A Má Absorção da Doença Celíaca


Entenda como a má absorção do intestino está relacionada com a doença celíaca.

Má absorção relacionada com a doença celíaca


As mudanças no intestino causadas pela doença celíaca o tornam menos capaz de absorver os nutrientes, os minerais e as vitaminas solúveis em gordura A, D, E, e K. A incapacidade de absorver carboidratos e gorduras pode causar perda de peso (ou falta de desenvolvimento / crescimento atrofiado em crianças) e fadiga ou falta de energia.


A anemia pode se desenvolver de diversas maneiras: má absorção de ferro pode causar anemia por deficiência de ferro e ácido fólico e a má absorção de vitamina B12 pode dar origem a anemia megaloblástica. A má absorção do Cálcio e vitamina D (e o hiperparatireoidismo secundário compensatório) pode causar osteopenia (conteúdo mineral do osso diminuído) ou osteoporose (enfraquecimento dos ossos e risco de fraturas por fragilidade). Uma pequena proporção tem coagulação anormal devido à deficiência de vitamina K e estão ligeiramente em risco de sangramento anormal.
 

A doença celíaca é também associada com crescimento bacteriano do intestino delgado, o que pode agravar a má absorção de nutrientes ou causar má absorção apesar da adesão ao tratamento.


O processo inflamatório, mediado por células T, conduz à ruptura da estrutura e a função da mucosa do intestino delgado e causa má absorção de nutrientes, uma vez que prejudica a capacidade do organismo de absorver os nutrientes, os minerais e vitaminas solúveis em gordura A, D, E e K de alimentos. A intolerância à lactose pode estar presente devido à superfície intestinal reduzida e redução da produção de lactase, mas normalmente se resolve uma vez que a condição é tratada. A doença celíaca é uma doença autoimune como a diabetes (que pode ser controlada por medicamentos como o Victoza).
 
Henrique Torres