A Glândula Tireoide


Conheça uma das principais glândulas do corpo humano, a tireoide.

Tireoide

 

A glândula tireoide ou simplesmente, a tireoide, na anatomia de vertebrados, é uma das maiores glândulas endócrinas. A glândula tireoide é encontrada no pescoço, abaixo da cartilagem tireoide (que forma a proeminência laríngea, ou "Pomo de Adão"). O Istmo (a ponte entre os dois lobos da tireoide) situa-se no local inferior à cartilagem cricóide.

 

A glândula tireoide controla o quão rapidamente o corpo usa a energia, gera proteínas e controla quão sensível o corpo é para com outros hormônios. Participa desses processos através da produção de hormônios da tireoide, o principal sendo triiodotironina (T3) e tiroxina que podem ocasionalmente ser referidas como tetraiodothyronine (T4). Esses hormônios regulam a taxa do metabolismo e afetam o crescimento e a taxa da função de muitos outros sistemas do corpo. T3 e T4 são sintetizadas a partir de iodo e tirosina. A tireoide também produz calcitonina, que desempenha um papel na homeostase de cálcio.

 

Produção hormonal da tireoide é regulada pelo estimulante hormônio da tireoide (TSH) produzido pela hipófise anterior, que em si é regulamentado pelo hormônio liberador de tireotrofina (TRH) produzido pelo hipotálamo.

 

A tireoide recebe seu nome da palavra grega para "escudo", devido à forma da cartilagem tireoide relacionada. Os problemas mais comuns da glândula tireoide consistem de uma tireoide hiperativa, conhecido como hipertireoidismo e uma glândula tireoide hipoativa, conhecido como hipotireoidismo.

 
 

A glândula tireoide é um órgão em forma de borboleta e é composta por dois lobos cone ou asas, lobus dexter (lobo direito) e lobus sinistro (lobo esquerdo), conectado através do istmo. O órgão está situado na parte anterior do pescoço, se espalhando contra e ao redor da laringe e da traquéia, atingindo posteriormente o esófago e a bainha carotídea. Começa cranialmente na linha oblíqua da cartilagem tireoide (logo abaixo da proeminência laríngea ou pomo de Adão) e estende-se inferiormente até aproximadamente o quinto ou sexto anel traqueal. É difícil delimitar a fronteira superior e inferior da glândula com níveis vertebrais porque move a posição em relação a estas durante a deglutição.

Henrique Torres