A Gestão do Stress e a Síndrome de Burnout


Veja de que maneiras o stress influencia na Síndrome de Burnout.

Treinamento de gestão de stress

Treinamento de gerenciamento de estresse (SMT) é empregado por muitas organizações hoje como uma maneira para que os funcionários trabalhem tanto com stress ou gerenciem seus níveis de stress; para manter os níveis de estresse abaixo daquele que poderá conduzir a instâncias superiores de burnout.

Foram realizadas pesquisas que vinculam certas intervenções, tais como a narrativa escrita ou formação de tópicos específicos para redução de estresse fisiológico e psicológico.

Individualmente, os funcionários podem lidar com problemas relacionados ao estresse e burnout, concentrando-se sobre as causas do seu estresse. Várias terapias, como a terapia de Neurofeedback, pretendem ajudar em casos de burnout. Este tipo de enfrentamento com êxito tem sido associado a reduções no esforço individual.

Estratégias de enfrentamento com base em avaliação lidam com interpretações individuais do que é e não é uma atividade de indutores de stress. Lá foram misturadas as conclusões relacionadas com a eficácia das estratégias de enfrentamento com base em avaliação.

Apoio social tem sido visto como um dos maiores preditores para a redução de burnout e estresse para os trabalhadores. Criando um ambiente organizacional favorável, bem como garantir que os funcionários tenham ambientes de trabalho de apoio a mediar os aspectos negativos do estresse e burnout.

 

Aspectos organizacionais

Decorrentes dos estudos de Hawthorne de Mayo, programas de assistência do funcionário foram projetados para ajudar funcionários a lidar com as principais causas de estresse. Alguns programas incluem Serviços de aconselhamento e psicológicos para os funcionários. Há organizações que ainda utilizam EAPs hoje, mas a popularidade tem diminuído substancialmente devido ao advento da gestão do stress (SMT) de treinamento.
Henrique Torres