A escola também pode ensinar às crianças, a alimentação saudável?


NO DISTRITO FEDERAL, AS CRIANÇAS SÃO "EDUCADAS" A UMA ALIMENTAÇÃO RICA EM NUTRIENTES

Uma pesquisa foi realizada em 2015 pelo Instituto Data Folha para a Associação das Empresas e Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador (Assert). O levantamento foi realizado em dezembro do ano passado e entre 6 e 16 de janeiro deste ano contemplou 51 cidades. Foram realizadas 4.560 entrevistas com proprietários de estabelecimentos ou responsáveis por informações sobre preços. Mais da metade dos entrevistados (56%) acredita que os clientes estão cada vez mais preocupados em ter uma alimentação saudável. Do total de entrevistados, 53% observaram uma maior procura por frutas, 61% acreditam que os clientes têm consumido mais verduras e legumes e 65% relataram que cresceu o consumo de sucos naturais. 

A busca por uma alimentação mais saudável tem se tornado uma tendência em diversas partes do mundo e também aqui no Brasil. A escola de Educação Infantil (CEAV Jr.) que possui duas unidades no Distrito Federal, Brasília, firmou uma parceria com uma empresa especializada na “educação” do paladar dos alunos, o que também auxilia os pais no processo de tentar fazer com que os filhos comam melhor.

A diretora pedagógica da unidade Águas Claras do CEAV Jr. Minha Escola, Meu Mundo, Silvana Ferreira, explica que a educação alimentar na escola é feita por meio de lanches, almoço e jantar saudáveis e que através do projeto Cozinha Experimental, as crianças participam do preparo da própria alimentação: doces, gelatinas, sucos, mas são utilizados apenas ingredientes naturais como frutas, legumes e verduras.

A pedagoga admite que é difícil fazer as crianças trocarem, por exemplo, batatas fritas por brócolis, tomate e alface, mas acredita que a solução se encontra nas cores dos alimentos e de que o prato deve ser o mais colorido possível.

Em matéria publicada pelo portal Raw Food Mec, a família da modelo Gisele Bündchen é mencionada como adepta a uma dieta rica em alimentos crus. A modelo, o marido Tom Brady e os dois filhos contam com a ajuda de dois dos mais renomados chefs especialistas em culinária Raw Food ou Crudivorismo: Allen Campbell e Joanne Gerrard Young. Até mesmo em viagens, a família mantém a dieta e consome 80% de alimentos crus. A modelo, marido e filhos não consomem açúcar refinado, sal e farinha branca. Gisele se refere à dieta que realiza como “comida curativa”.

A diretora relata os progressos após a reeducação alimentar das crianças:

 

“Aos poucos os pequenos já sabem que a refeição deve ter, no mínimo, cinco cores. Algumas crianças contam que nunca comeram frutas e que não gostam de legumes ou de salada verde de jeito nenhum. Mas aos poucos mudam de opinião e pedem refeições como caldo verde de mandioquinha com couve, salada de frutas, tapioca, sucos naturais e espinafre refogado com cenoura”.

 

O estudo Obesidade infantil: como podemos ser eficazes? destaca que inúmeros fatores podem influenciar o comportamento alimentar. Esses fatores estão divididos em: externos que englobam unidade familiar, atitudes de pais e amigos, cultura, mídia, entre outros; e há os fatores internos, que se referem a características psicológicas, à imagem corporal, à autoestima, a preferências alimentares, entre outros.

O projeto Cozinha Experimental, adotado pela escola CEAV Jr. é realizado em espaço próprio para a preparação dos pratos. A diretora pedagógica da unidade de Taguatinga, Roberta Bueno, explica que o forno, o micro-ondas e o fogão ficam longe do alcance dos alunos, e acrescenta:

 

“Na escola fazemos nossa parte e precisamos que os pais ajudem oferecendo alimentos saudáveis em casa também. A beterraba, por exemplo, pode ser inserida em diversas refeições, como misturada ao arroz, no suco, na gelatina e refogadinha com outros legumes. É importante que as crianças aprendam a gostar de sabores saudáveis”.

 

E você, tem procurado oferecer ao seu filho uma alimentação mais saudável no dia a dia? E mais: tem procurado se alimentar de maneira mais saudável?


Silvana Ferreira a Roberta Bueno são diretoras pedagógicas das unidades CEAV Jr. unidades Águas Claras e Taguatinga, Distrito Federal, Brasília.

CEAV Jr. Minha escola meu mundo: www.ceavjr.com.br


Fontes

Pesquisa diz que cresce procura por alimentação saudável. Agência Brasil EBC: agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2016-04/pesquisa-diz-que-cresce-procura-por-alimentacao-saudavel

Família de Gisele Bündchen e Tom Brady seguem dieta crua. Raw Food Mec: www.rawfoodmec.com/2016/04/familia-de-gisele-bundchen-e-tom-brady.html?m=1

Obesidade infantil: como podemos ser eficazes? Realizado por: Elza D. de Mello; Vivian C. Luft; Flavia Meyer: www.scielo.br/pdf/jped/v80n3/v80n3a04

Daiana Barasa