O que é broncoespasmo?


O broncoespasmo ocorre devido à contração da musculatura dos brônquios, que são uma espécie de tubos que auxiliam a passagem de ar pelos pulmões. Essa ação causa o estreitamento das vias aéreas, ocasionando a dificuldade de respirar.

O que é broncoespasmo?

O broncoespasmo ocorre devido à contração da musculatura dos brônquios, que são uma espécie de tubos que auxiliam a passagem de ar pelos pulmões. Essa ação causa o estreitamento das vias aéreas, ocasionando a dificuldade de respirar. 

O problema pode ser causado por diversos fatores, como o uso de tabaco, excesso de atividades físicas que induzam a contração involuntária dos músculos, como manifestação de problemas respiratórios ou devido a uma inflamação na mucosa bronquial. A falta de ar é o principal sintoma do broncoespasmo, que pode vir associada a um chiado, pequenas dores no peito e crises de tosse devido ao aumento da frequência respiratória. 

Tratamento do broncoespasmo:

Dentre os medicamentos disponíveis para o tratamento farmacológico da broncoconstrição, existe o Efedrina, uma amina simpaticomimética, extraída de algumas plantas da família das efedráceas. O composto possui efeito estimulante, descongestionante, broncodilatador e vasoprotetor. 

Efedrina como funciona?

Efedrina funciona como estimulante do sistema nervoso central, agindo de modo similar às anfetaminas. Essa ação resulta na liberação da norepinefrina (noradrenalina), que auxilia na manutenção de algumas funções como batimentos cardíacos, pressão sanguínea e resposta imune. Sua ação inibe o efeito de medicamentos e neurotransmissores que desencadeiam o broncoespasmo e ativa os mecanismos que induzem o relaxamento do músculo liso respiratório.

O Sulfato de Efedrina também age por meio do estímulo dos receptores alfa e beta- adrenérgicos, resultando em aumento sistólico e diastólico da pressão sanguínea. Essa ação eleva a frequência cardíaca e causa a vasoconstrição periférica, ou seja, a contração dos vasos sanguíneos, que facilita a circulação sanguínea e a regulação da temperatura corporal. 

Efedrina Bula:

É importante lembrar que Efedrina medicamento deve ser indicado por um médico habilitado, que vai analisar quais os riscos e benefícios relacionados à administração do medicamento, bem como o tratamento adequado para cada caso específico. Além disso, é importante ler a Bula do medicamento Efedrina, que contém informações importantes sobre o uso e administração do medicamento. 

O medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas e lactantes e em caso de hipersensibilidade às aminas simpatomiméticas ou a qualquer componente da fórmula. O medicamento também é contraindicado para pacientes com glaucoma e hipertensão. 

Informe o seu médico sobre qualquer medicamento que estiver tomando, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica, pois algumas substâncias podem anular os efeitos de Efedrina broncodilatador. Na presença de qualquer sintoma adverso ou reação alérgica, procure o seu médico imediatamente e não interrompa a administração sem a recomendação médica. 

Vanessa Ferreira