Daklinza para que serve?


O medicamento Daklinza atua bloqueando a atividade de uma proteína do vírus da Hepatite C chamada NS5A, que é responsável pela multiplicação do vírus e evolução da doença

Daklinza 60mg é um novo medicamento aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para o tratamento da infecção crônica pelo vírus da Hepatite C (HCV). O medicamento Daklinza é composto pela substância ativa Daclastavir, que é administrada por via oral e permite um menor período de tratamento (12 a 24 semanas). Essa é uma vantagem em comparação com outros medicamentos da mesma classe, que apresentam um tratamento mais prolongado e com maior incidência de efeitos colaterais.

O medicamento Daklinza (Daclastavir) deve ser utilizado em combinação com outras substâncias como Alfapeginterferona/ribavirina e Sofosbuvir, que atuam de forma sinérgica para oferecer um tratamento seguro e eficaz, com chances de cura em mais de 90% dos casos. O medicamento Daklinza atua bloqueando a atividade de uma proteína do vírus da Hepatite C chamada NS5A, que é responsável pela multiplicação do vírus e evolução da doença.

O que é a Hepatite C?

A hepatite C é uma doença viral causada pelo vírus HCV, transmitido, principalmente, por sangue contaminado (transfusões, materiais de saúde infectados ou contato com drogas injetáveis). A doença acomete o fígado, podendo levar a lesões graves e até a morte, quando não tratada adequadamente. Sua evolução é lenta e o diagnóstico, na maioria faz vezes, é tardio, devido a ser uma doença assintomática, o que pode contribuir para a sua forma crônica, que pode causar outras complicações como cirrose, câncer no fígado e insuficiência hepática.

A melhor prevenção contra a doença é evitar as formas de transmissão do vírus, tais como:

-  Uso de seringas não esterilizadas;
- Compartilhar objetos de uso pessoal como escova de dente, ferramentas de manicure, lâminas de barbear, etc.
- Relações sexuais sem preservativos.

Daklinza Bula:

Daklinza é contraindicado em caso de hipersensibilidade a qualquer um dos seus componentes. Mulheres no período da gravidez e lactação devem consultar o médico antes de fazer uso do medicamento.

O tratamento com Daklinza deve ser iniciado e monitorizado por um médico com experiência no tratamento da hepatite C crónica. O uso do medicamento pode ocasionar algumas reações adversas leves e transitórias. Os principais sintomas adversos relatados foram fadiga, dores de cabeça e náusea. Informe o seu médico sobre qualquer reação adversa que venha a sentir após a administração do medicamento.

Vanessa Ferreira