Bem Vindo a Sare Drogarias

Televendas

(11) 2021-6464

MINIPRESS SR 4MG C/15

Fabricante: Pfizer

Código do Produto: SKUP6218

De R$ 47,40 Por R$ 46,90

R$ 44,56 no pagamento à vista.

Simular
bandeiras de cartões

DESCRIÇÃO DO PRODUTO

Minipress

Laboratório de Minipress: Pfizer

Apresentação de Minipress

Minipress cáps. de liberação lenta 1 mg, 2 mg e 4 mg em emb. c/ 15 cáps.

Informações sobre Minipress

O Minipress - cloridrato de prazosina causa uma redução na resistência vular periférica total. Estudos em animais sugerem que o efeito vasodilatadestá relacionado ao bloqueio dos receptores alfa-adrenérgicos pós-sinápticos. Os resultados dos estudos pletismográficos realizados nos antebraços de humanos demonstraram que o efeito vasodilatadperiférico é o resultado do efeito balanceado tanto sobre os vasos de resistência (arteríolas) como sobre os vasos de capacitância (veias). Ao contrário dos agentes alfa-bloqueadores adrenérgicos não seletivos, a ação anti-hipertensiva do Minipress - cloridrato de prazosina não se acompanha usualmente ptaquicardia reflexa. A maioria dos estudos indica que a terapêutica crônica com Minipress - cloridrato de prazosina possui efeito muito discreto sobre a atividade da renina plasmática. Um relato sugere um aumento transitório na atividade da renina plasmática após a dose inicial assim como um aumento transitório leve com doses subseqüentes. Estudos hemodinâmicos em pacientes hipertensos têm demonstrado que o Minipress - cloridrato de prazosina não produz efeitos significativos sobre os valores do débito cardíaco, freqüência cardíaca, fluxo sanguíneo renal e taxa de filtração glomerular. Não tem sido observado desenvolvimento de tolerância durante o tratamento a longo prazo, assim como elevação rebote da pressão arterial após retirada abrupta do medicamento. Uma variedade de estudos epidemiológicos, bioquímicos e experimentais tem estabelecido que um nível elevado de lipoproteína de baixa densidade (LDL-colesterol) está associado a um aumento no risco de doença cardiovular, assim como níveis elevados de lipoproteína de alta densidade (HDL) guardam relação com menrisco de doença cardiovular. Estudos clínicos têm demonstrado que o Minipress - cloridrato de prazosina diminui os níveis de LDL e aumenta ou não produz efeitos nos níveis de HDL. Após a administração oral de cápsulas de liberação lenta de Minipress - cloridrato de prazosina em voluntários normais e pacientes hipertensos,concentrações plasmáticas alcançam pico em três horas, com uma meia-vida plasmática média de 10,8 horas. A droga é altamente ligada às proteínas plasmáticas. Estudos realizados em animais indicam que o Minipress - cloridrato de prazosina é extensamente metabolizado, primariamente pdemetilação e conjugação, e é excretado principalmente pela bile e fezes. Estudos em humanos indicam metabolismo e excreção semelhantes.

Indicações de Minipress

Minipress (prazosina) está indicado no tratamento da hipertensão arterial essencial (primária) de todos os graus e da hipertensão arterial secundária de todos os graus, de etiologia variada. Minipressâ SR pode ser utilizado como medicamento inicial isolado ou em esquemas associados a um diurético e/ou a outros fármacos anti-hipertensivos, conforme seja necessário para uma resposta adequada do paciente.

Contra Indicações de Minipress

Minipress (prazosina) é contra-indicado a pacientes com conhecida hipersensibilidade às quinazolinas, prazosina ou a qualquer outro componente da fórmula.

Reações Adversas de Minipress

As reações adversas mais comuns associadas ao tratamento com Minipress (prazosina) são: Gerais: adinamia, fraqueza (astenia). Sistema Nervoso Central e Periférico: tontura (desmaio), cefaléia. Gastrintestinal: náusea. Freqüência e Ritmo Cardíaco: palpitações. Psiquiátricos: sonolência. Na maioria dos casos, os efeitos adversos desapareceram com a continuidade do tratamento, ou foram tolerados sem a necessidade de uma diminuição na dose do medicamento. As seguintes reações também foram associadas ao tratamento com Minipress : Sistema Nervoso Autônomo: diaforese, boca seca, rubor, priapismo. Gerais: reação alérgica, astenia (fraqueza), febre, mal-estar, dor. Cardiovular, Geral: angina do peito, edema, hipotensão, hipotensão ortostática, síncope. Sistema Nervoso Central e Periférico: desmaio (tontura), parestesia, vertigem. Colágeno: título positivo para anticorpos antinucleares. Endócrino: ginecomastia. Gastrintestinal: onforto abdominal e/ou dor, constipação, diarréia, pancreatite, vômito. Auditivo: zumbido (tinitus). Freqüência e Ritmo Cardíaco: bradicardia, taquicardia. Hepático/Biliar: anormalidades nas funções hepáticas. Músculo-esquelético: artralgia. Psiquiátrico: depressão, alucinações, impotência, insônia, nervosismo. Respiratório: dispnéia, epistaxe, congestão nasal. Pele e Anexos: alopecia, prurido, rash, liquen plano, urticária. Urinário: incontinência, aumento da freqüência urinária. Vular (extra cardíaco): vulite. Visual: visão turva, esclera avermelhada, dor ocular. Algumas dessas reações ocorreram raramente e na maioria dos casos a relação causal não foi estabelecida. De acordo com dados de literatura, existe uma associação entre o tratamento com o Minipress - cloridrato de prazosina e uma piora no quadro de narcolepsia pré-existente. Nesses casos a relação causal é incerta.

Posologia de Minipress

Há evidência de que a tolerabilidade é melhquando se inicia o tratamento com doses menores de Minipress (prazosina) (vide Advertências e Precauções-). Durante a primeira semana a dose de Minipress deve ser ajustada de acordo com a tolerabilidade individual de cada paciente. Portanto, a dose diária deve ser ajustada com base na resposta do paciente. A resposta, caso venha ocorrer com uma dose específica, geralmente ocorre dentro de 1 a 14 dias. Quando a resposta é observada, a terapia deve ser mantida com a mesma dose até que se obtenha um nível de resposta estabilizado, antes de aumentar novamente a dose. Para a obtenção de um efeito máximo, pequenos aumentos na dose devem ser continuados até que o efeito desejado ou a dose diária total seja atingida. Um agente diurético ou um beta-bloqueadadrenérgico pode ser adicionado para aumentar a eficácia. A dose de manutenção de Minipress deve ser administrada uma vez ao dia. A. Pacientes sem tratamento anti-hipertensivo prévio A terapia deve ser iniciada com Minipress 1 mg à noite ao deitar, seguindo-se de 1 mg uma vez ao dia p3 a 7 dias. A menos que uma baixa tolerância indique que o paciente possa apresentar problemas de sensibilidade, esta dose deverá ser aumentada para 2 mg, administrada uma vez ao dia, pmais 3 a 7 dias e mais tarde, aumentada para 4 mg, uma vez ao dia. Em seguida, baseada na resposta do paciente ao efeito hipotensde Minipress , a dose poderá ser aumentada gradativamente até uma dose diária máxima de 20 mg, administrada uma vez ao dia. B. Pacientes recebendo diurético com controle inadequado da pressão arterial O diurético deve ser reduzido a um nível de dose de manutenção para o produto considerado e iniciar o tratamento com Minipress na dose de 1 mg à noite , seguido de doses únicas diárias de 1 mg. Após o período inicial de observação, aumentos gradativos na dose de Minipress , devem ser adequados à resposta do paciente até a dose máxima total de 20 mg ao dia. C. Pacientes recebendo outros agentes anti-hipertensivos, mas com controle inadequado da pressão arterial Uma vez que alguns efeitos adicionais podem ocorrer, a dose do outro agente (betabloqueadores, metildopa, reserpina, clonidina, etc.) deve ser reduzida e o tratamento com Minipress deve ser iniciado na dose de 1 mg uma vez ao dia, à noite, ao deitar, seguidos de doses de 1 mg, uma vez ao dia, diariamente. Ajustes posteriores deverão ser realizados dependendo da resposta do paciente. A clonidina deve ser reduzida gradativamente segundo as orientações de seu fabricante. Há evidências de que a adição de Minipress a agentes bloqueadores betaadrenérgicos, antagonistas do cálcio ou inibidores da ECA pode levar a uma redução substancial da pressão arterial. Portanto, uma dose inicial mené altamente recomendada. D. Pacientes com disfunção renal moderada a grave Até o momento os estudos mostram que Minipress não compromete a função renal quando utilizado em pacientes portadores de disfunção renal. Uma vez que alguns pacientes desta classe têm respondido a pequenas doses de prazosina, o tratamento deve ser iniciado com 1 mg de Minipress diariamente e a dose aumentada, cautelosamente, sempre na dependência da resposta do paciente.

COMENTÁRIOS DOS NOSSOS CLIENTES

7 Comentários

usuário

Parabéns, pelo excelente atendimento

10 de Dec

alcindo

(Águas de Lindóia )

usuário

Minha experiência foi muito agradável, estou muito satisfeito com todos os setores da Sare medicamentos. Indico à todos. E

09 de Dec

Rubens

(Bauru)

usuário

otimo atendimento e preço,sempre que preciso estou comprando,recomendo

09 de Dec

Jean

(Vargem Grande Paulista )

usuário

Rapidez, Agilidade e Confiabilidade !! O melhor processo de compra e entrega online que tive experiência

09 de Dec

RAPHAEL

(Jaboticabal )

usuário

Satisfação garantida.

09 de Dec

Andrea Mercante da Silva

(Itapecerica da Serra )

usuário

Ótimo. Empresa atual, moderna e dedicada ao cliente. Parabéns

09 de Dec

Ronaldo

(Embu)

usuário

Primeira vez que compro na sare e Gostei fiquei sastifeito pelo comprometimento deles indico

08 de Dec

Allan

(Groairas )