Bem Vindo a Sare Drogarias

Televendas

(11) 2021-6464

MICARDIS 80MG C/30

Fabricante: Boeheringer

Código do Produto: SKUP8179

De R$ 153,85 Por R$ 65,89

R$ 62,60 no pagamento à vista.

Simular
bandeiras de cartões

DESCRIÇÃO DO PRODUTO

Micardis

 

Laboratório de Micardis

Boehringer

Apresentação de Micardis

Micardis é apresentado em compr. de 40 mg: emb. c/ 14 e 30 compr. compr. de 80 mg: emb. c/ 14 compr.

Informações sobre Micardis

Micardis contém como princípio ativo o Micardis - telmisartam, um antagonista específico dos receptores da angiotensina II (tipo AT1), eficaz pvia oral. Micardis - telmisartam desloca a angiotensina II com afinidade muito elevada pelos sítios de ligação no receptAT1, o qual é responsável pelas ações conhecidas da angiotensina II. Micardis - telmisartam não apresenta qualquer atividade agonista parcial no receptAT1, e liga-se seletivamente a esses receptores. Esta ligação é de longa duração. Micardis - telmisartam não apresenta afinidade poutros receptores, incluindo AT2 e outros receptores AT menos característicos. A função destes receptores não é conhecida, nem os efeitos da possível superestimulação pela angiotensina II, cujos níveis são aumentados pelo Micardis - telmisartam. Os níveis de aldosterona plasmática são diminuídos pelo Micardis - telmisartam. Micardis - telmisartam não inibe a renina plasmática humana nem bloqueia canais iônicos. Micardis - telmisartam não possui efeito inibitório sobre a enzima conversora de angiotensina (quininase II), que também degrada a bradicinina. Portanto, não se espera uma potencialização de efeitos adversos mediados pela bradicinina. No homem, uma dose de 80 mg de Micardis - telmisartam inibiu quase completamente os aumentos de pressão arterial induzidos pela angiotensina II. Este efeito inibidmantém-se durante 24 horas e pode ser detectado após 48 horas. Após a administração da primeira dose de Micardis - telmisartam, o início da atividade anti-hipertensiva ocorre gradualmente nas três primeiras horas. A redução máxima da pressão arterial é normalmente obtida 4 semanas após o início da terapêutica, mantendo-se durante o tratamento a longo prazo. O efeito anti-hipertensivo permanece constante durante 24 horas após a administração, incluindoúltimas 4 horas antes da próxima dose, como foi demonstrado pmedições ambulatoriais de pressão arterial. Este fato é confirmado pum pico consistente acima de 80%, verificado após doses de 40 e 80 mg de Micardis - telmisartam, em estudos clínicos controlados com placebo. Há uma aparente tendência para uma relação entre a dose e o tempo de restabelecimento da pressão sistólica basal. Com relação à pressão diastólica, os dados de referência são inconsistentes. Em pacientes hipertensos, Micardis - telmisartam reduz a pressão arterial diastólica e sistólica, sem afetar a freqüência cardíaca. A sua eficácia anti-hipertensiva é comparável à de outros fármacos anti-hipertensivos, como está demonstrado em estudos clínicos comparativos com amlodipina, atenolol, enalapril, hidroclorotiazida, losartan e lisinopril. Após a interrupção abrupta da administração de Micardis - telmisartam, a pressão arterial retorna gradualmente aos valores anteriores ao tratamento, ao fim de vários dias, sem evidências de efeito rebote. A incidência de tosse seca foi significantemente menem pacientes tratados com Micardis - telmisartam do que naqueles tratados com inibidores da enzima conversora de angiotensina em estudos clínicos, comparando diretamente os dois tratamentos anti-hipertensivos. Não se conhecem efeitos benéficos de Micardis - telmisartam sobre mortalidade e morbidade cardiovulares. A absorção do Micardis - telmisartam é rápida, embora a quantidade absorvida varie. A biodisponibilidade absoluta média é de cerca de 50%. Quando Micardis - telmisartam é administrado com alimentos, a redução da área sob a curva de concentração plasmática/tempo (AUC) varia entre aproximadamente 6% (dose de 40 mg) e 19% (dose de 160 mg). Três horas após a administração,concentrações plasmáticas são semelhantes, quer o Micardis - telmisartam seja tomado em jejum, quer com alimentos. Não é de se esperar que a pequena redução na AUC cause uma redução na eficácia terapêutica. Foram observadas diferenças nas concentrações plasmáticas, Cmáx e AUC, que são aproximadamente 2 a 3 vezes maiores em mulheres que em homens, sem influência relevante na eficácia. Micardis - telmisartam liga-se predominantemente às proteínas plasmáticas (99,5%), principalmente à albumina e à glicoproteína ácida alfa-1. O estado estacionário médio do volume aparente de distribuição (Vdss) é de cerca de 500 l. O metabolismo se dá pconjugação para glicuronídio. Não foi demonstrada qualquer atividade farmacológica da entidade conjugada. Micardis - telmisartam caracteriza-se puma cinética de declínio biexponencial, com um tempo de meia-vida terminal superia 20 horas. A concentração plasmática máxima (Cmáx) e, numa extensão menor, a área sob a curva de concentração plasmática/tempo (AUC) aumentam na proporção inversa da dose. Não existe evidência de acúmulo clinicamente relevante de Micardis - telmisartam se este ftomado na dose recomendada. Após a administração oral e intravenosa, Micardis - telmisartam é quase exclusivamente excretado pelas fezes, principalmente na forma de composto inalterado. A excreção urinária cumulativa é inferia 2% da dose. A depuração plasmática total (Cltot) é elevada (cerca de 900 ml/min), em comparação com o fluxo sangüíneo hepático (cerca de 1.500 ml/min). A farmacocinética de Micardis - telmisartam não difere entre pacientes jovens e idosos. Em pacientes com insuficiência renal em diálise, foram observadas concentrações plasmáticas inferiores. Como Micardis - telmisartam se liga predominantemente às proteínas plasmáticas, ele não pode ser removido pdiálise nos pacientes com insuficiência renal. A meia-vida de eliminação não se altera em pacientes com lesão renal. Estudos farmacocinéticos em pacientes com lesão hepática mostraram um aumento de cerca de 100% na biodisponibilidade. A meia-vida de eliminação não é alterada nestes pacientes. Nos estudos pré-clínicos de segurança, doses geradoras de uma exposição comparável à do intervalo terapêutico clínico causaram redução dos parâmetros do hemograma (eritrócitos, hemoglobina, hematócrito) e alterações da hemodinâmica renal (aumento de uréia e creatinina no sangue), bem como aumento de potássio sérico em animais normotensos. Em cães observou-se dilatação tubular renal e atrofia. Em ratos e cães observou-se também a ocorrência de danos à mucosa gástrica (erosão, úlcera e inflamação). Estes efeitos secundários farmacologicamente mediados, já conhecidos nos estudos pré-clínicos com inibidores da enzima conversora de angiotensina e com antagonistas da angiotensina II, foram prevenidos pela suplementação de soro fisiológico administrado oralmente. Em ambasespécies observou-se aumento da atividade da renina plasmática e hipertrofia/hiperplasia das células justaglomerulares renais. Estas alterações, que também são um efeito da classe dos inibidores da enzima conversora de angiotensina e de outros antagonistas da angiotensina II, não parecem ter significado clínico. Estudos em animais indicaram um potencial de risco no desenvolvimento da prole: baixo peso corporal, demora na abertura dos olhos, alta mortalidade. Micardis - telmisartam demonstrou não ter efeito mutagênico ou efeitos clastogênicos nos estudos in vitro. Nenhuma evidência de carcinogenicidade foi observada nos estudos conduzidos em ratos e camundongos.

Indicações de Micardis

Micardis é indicado no tratamento da hipertensão arterial, como monoterapia ou em associação com outros agentes anti-hipertensivos.

Contra Indicações de Micardis

Micardis não deve ser utilizado em pacientes que tenham apresentado hipersensibilidade ao Micardis - telmisartam ou aos excipientes da fórmula. É contra-indicado durante a gravidez e o período de amamentação. Micardis está contra-indicado também para pacientes com distúrbios obstrutivos biliares e disfunções hepáticas e/ou renais severas. Os comprimidos de Micardis contêm sorbitol e, pesta razão, pacientes com intolerância hereditária à frutose não devem tomar este medicamento.

Reações Adversas de Micardis

Os efeitos secundários observados têm sido leves, temporários e raramente requereram a ontinuação da terapêutica. A incidência desses efeitos não foi relacionada à dose, não tendo também sido identificada qualquer relação com a idade, o sexo ou a raça dos pacientes. Realizaram-se ensaios controlados com placebo, ereações adversas com incidência igual ou superia 1% nos pacientes tratados com Micardis - telmisartam e superià do placebo foram: infecção das vias aéreas superiores, lombalgia, diarréia, sintomas gripais, dispepsia, mialgia, tosse, dtorácica, infecção das vias urinárias, faringite e dabdominal. Foram ritas outras reações adversas com incidência superia 1%, mas que ocorreram com menfreqüência que com o uso de placebo, a saber: cefaléia, tontura, angústia, fadiga, sinusite, tosse e náuseas. Além disso, observaram-se em todos os estudos,seguintes reações adversas em mais de 1% dos pacientes tratados com Micardis - telmisartam: bronquite, insônia, artralgia, ansiedade, depressão, palpitações, cãibras (pernas) e exantemas. A relação causal destas ocorrências com Micardis - telmisartam não pôde ser estabelecida. Foi relatado um único caso de angioedema.

Posologia de Micardis

A dose recomendada é de 40 mg, uma vez ao dia. Alguns pacientes podem apresentar benefício com dose diária de 20 mg. Em casos em que a pressão arterial pretendida não seja atingida, a dose de Micardis pode ser aumentada para no máximo 80 mg, uma vez ao dia. Alternativamente, Micardis pode ser usado em combinação com diuréticos tiazídicos, como a hidroclorotiazida, para se obter uma redução maida pressão arterial. Quando se considerar um aumento da dose, deve-se levar em conta que o máximo efeito anti-hipertensivo é geralmente atingido quatro a oito semanas após o início do tratamento. Insuficiências renal e hepática: Não são necessários ajustes de dose em pacientes com insuficiência renal. No entanto, em pacientes portadores de insuficiência hepática, deve-se considerar a utilização de uma dose inicial de 40 mg.

 

COMENTÁRIOS DOS NOSSOS CLIENTES

7 Comentários

usuário

Rapidez, Agilidade e Confiabilidade !! O melhor processo de compra e entrega online que tive experiência

09 de Dec

RAPHAEL

(Jaboticabal )

usuário

Satisfação garantida.

09 de Dec

Andrea Mercante da Silva

(Itapecerica da Serra )

usuário

Ótimo. Empresa atual, moderna e dedicada ao cliente. Parabéns

09 de Dec

Ronaldo

(Embu)

usuário

Primeira vez que compro na sare e Gostei fiquei sastifeito pelo comprometimento deles indico

08 de Dec

Allan

(Groairas )

usuário

ótimo atendimento

08 de Dec

Douglas E da Costa

(Santos )

usuário

Foi muito legal, superou a minha expectativa, muito obrigado

07 de Dec

Henrique

(Ilha Solteira )

usuário

O último produto que comprei tá demorando demais pra chegar já faz mas de 10 dias

06 de Dec

edilson

(Unaí )