Bem Vindo a Sare Drogarias

Televendas

(11) 2021-6464

CEFTRAT 1G IV 50FA

Fabricante: Uniao Química

Código do Produto: SKUP7508

De R$ 620,04 Por R$ 482,81

R$ 458,67 no pagamento à vista.

ou em até 9x R$ 53,65 s/ juros.

Venda proibida via internet. RDC 20 de 2011 - ANVISA.

Compre através do nosso televendas - (11)2021-6464

Restrito
bandeiras de cartões

DESCRIÇÃO DO PRODUTO

Ceftrat Indicações de Ceftrat No tratamento de infecções causadas pmicrorganismos sensíveis a ceftrat - Cefazolina. Profilaxia na cirurgia, para prevenir infecções pós-operatórias ou potencialmente contaminadas. Efeitos Colaterais de Ceftrat As seguintes reações adversas foram relatadas com o uso da ceftrat - Cefazolina: l Hipersensibilidade: têm ocorrido febre medicamentosa, erupções. l Sangue: têm ocorrido neutropenia, leucopenia, trombocitopenia e testes de Coombs diretos e indiretos positivos. l Renal: aumento transitório dos níveis de uréia no sangue tem sido observado sem evidência clínica de insuficiência renal. Nefrite intersticial e outros distúrbios renais foram relatados raramente em pacientes com doença grave recebendo terapia com várias drogas. l Hepáticas: têm sido observadas raramente elevações transitórias dos níveis de TGO, TGP e fosfatase alcalina. Raramente foi relatado caso de hepatite e de icterícia colestática transitória. l Gastrintestinal: sintomas de colite pseudomembranosa podem aparecer durante ou após o tratamento com antibióticos. Náuseas e vômitos são relatados raramente. Anorexia, diarréia e candidíase oral foram relatadas. l Outras: dno local da injeção após administração IM, algumas vezes com induração. Flebite no local da injeção; prurido anal e genital, moníliase e vaginite. Como Usar (Posologia) de Ceftrat Administração intramuscular: O conteúdo do fro-ampola deve ser dissolvido em 3ml de água para injeção (água bidestilada, estéril e apirogênica). Agitar o fro-ampola até total dissolução do pó. A ceftrat - Cefazolina reconstituída deverá ser injetada profundamente no músculo glúteo. É pouco frequente a ocorrência de dno momento da injeção. Administração intravenosa direta: O conteúdo do fro-ampola de 1g deve ser dissolvido em, no mínimo 10 ml de água para injeção (água bidestilada,estéril e apirogênica). Agitar o fro-ampola até total dissolução do pó, e injetar a solução diretamente na veia ou através de tubo, lentamente, no prazo de 3 a 5 minutos. Não injetar em menos de 3 minutos. Administração pinfusão intravenosa intermitente: A ceftrat - Cefazolina pode ser administrada junto com líquidos intravenosos pmeio de um dispositivo para controle de volume (infusão contínua), separadamente ou com um fro secundário para administração intravenosa (infusão intermitente). As soluções devem ser reconstituídas com 10ml de água para injeção (água bidestilada estéril e apirogênica) e após, diluídas em 50 a 100ml das seguintes soluções intravenosas: . Cloreto de sódio a 0,9% . Glicose 5% ou 10% . Glicose 5% em Ringer lactato . Glicose 5% em cloreto de sódio a 0,9% (Solução glicofisiológica) . Ringer lactato . Frutose 5% e 10% . Solução de Ringer Estabilidade das soluções após reconstituição: . Quando reconstituída e diluída com cloreto de sódio a 0,9%, glicose 5% e 10%,soluções são estáveis p24 horas em temperatura ambiente ou 96 horas (4 dias) a 5 oC ou p12 semanas quando congeladas imediatamente após a reconstituição no fro original e armazenada a -20 oC. Uma vez ongelada, essa solução é estável p24 horas em temperatura ambiente ou 4 dias sob refrigeração. Não poderá ser recongelada. . Quando reconstituída e diluída nas demais soluções intravenosas indicadas, deve ser usada dentro de 24 horas após a diluição se conservada sob refrigeração. O produto diluído com essas soluções não pode ser congelado. . Antes da administração, inspecionar visualmente quanto à existência de partículas e oloração. Dose usual para adultos: Pacientes com função renal reduzida: . Pacientes com um clearance de creatinina > 55ml/min ou uma creatinina sérica < 1,5mg% podem receber doses totais; . Pacientes com um clearance de creatinina de 35 a 54ml/min ou creatinina sérica de 1,6 a 3,0mg%, podem receber doses totais com intervalo de pelo menos 8 horas; . Pacientes com clearance de creatinina de 11 a 34ml/min ou creatinina sérica de 3,1 a 4,5mg%, devem receber a metade da dose usual a cada 12 horas; . Pacientes com clearance de creatinina < 10ml/min ou creatinina sérica >4,6mg% devem receber a metade da dose usual a cada 18 a 24 horas. . Todasrecomendações de redução de doses devem ser aplicadas após uma dose inicial de reforço apropriada à gravidade da infecção. Pacientes submetidos a diálise peritoneal (2 litros/hora): Os níveis séricos da ceftrat - Cefazolina foram aproximadamente de 10 a 30mcg/ml, após 24 horas de instilação de uma solução da diálise contendo 50mg/l e 150mg/l, respectivamente. A média dos níveis séricos máximos foi de 29mcg/ml (variação de 13 a 44mcg/ml) com 50mg/l (3 pacientes) e 72mcg/ml (variação de 26 a 142mcg/ml) com 150mg/l (6 pacientes). Dose usual para crianças: A dose diária total de 25 a 50mg/kg de peso corporal, dividida em 3 ou 4 doses iguais, é eficaz para a maioria das infecções leves a moderadamente graves. A dose total diária pode ser aumentada para 100mg/kg de peso corporal em infecções graves. Em crianças com insuficiência renal leve a moderada (clearance de creatinina de 70 - 40ml/min), 60% da dose diária normal administrada em doses divididas a cada 12 horas deverá ser suficiente. Em crianças com insuficiência moderada (clearance de 40 - 20ml/min), 25% da dose diária normal em doses divididas a cada 12 horas deverá ser suficiente. Em crianças com insuficiência renal grave (clearance de creatinina de 20 - 5ml/min), 10% da dose total administrada a cada 24 horas deverá ser adequada. Todasrecomendações para doses se aplicam após uma dose inicial de reforço. Uso profilático: . Para prevenir infecções pós-operatórias em cirurgias contaminadas ou potencialmente contaminadas,doses recomendadas sãoseguintes: a) 1g IV ou IM administrados 30 e 60 minutos antes do início de cirurgia; b) Para cirurgias prolongadas (pex: 2 horas ou mais) 0,5 a 1g IV ou IM durante a cirurgia (a administração pode ser modificada dependendo da duração da cirurgia); c) 0,5 a 1g IV ou IM cada 6 ou 8 horas após a cirurgia. É importante que: . a dose pré-operatória seja administrada 30 a 60 minutos antes do início da cirurgia, de maneira que níveis adequados de antibiótico estejam presentes no soro e tecidos no momento da incisão inicial; . a ceftrat - Cefazolina será administrada se necessário, em intervalos apropriados durante a cirurgia, para proporcionar níveis de antibiótico suficientes nos momentos previstos de maiexposição aos microrganismos infectantes. Na cirurgia em que a ocorrência de infecção representa um grave risco (pex: cirurgia cardíaca a céu aberto e artroplastia com prótese), a administração profilática pode ser prolongada p3 a 5 dias após a cirurgia. Contra-Indicações de Ceftrat A ceftrat - Cefazolina é contra-indicada em pacientes com hipersensibilidade conhecida aos antibióticos do grupo das cefalosporinas. Características de Ceftrat Farmacologia humana Concentrações séricas após administração intramuscular Tipo de infecção Dose Frequência Pneumonia pneumocócica 500mg A cada 12 horas Infecções leves causadas pcocos 250 a 500mg A cada 8 horas e Gram-positivos sensíveis Infecções do trato urinário agudas 1g A cada 12 horas e não complicadas Infecções moderadas a graves 500mg a 1g A cada 6 a 8 horas Infecções graves a gravíssimas 1 a 1,5g A cada 6 horas (endocardite e septicemia) Em raras situações doses de 12g/dia foram usadas. Concentrações séricas após administração intravenosa de uma dose de 1 grama: Concentrações séricas (mcg/ml) 5 min. 15min. 30min. 1 hora 2 horas 4 horas 188,4 135,8 106,8 73,7 45,6 16,5 A ceftrat - Cefazolina é excretada inalterada na urina primeiramente pfiltração glomerular e em mengrau psecreção tubular. A ceftrat - Cefazolina atravessa rapidamente a membrana sinovial inflamada. A ceftrat - Cefazolina atravessa rapidamente a barreira placentária para o sangue do cordão umbilical e líquido amniótico e apresenta-se em concentrações muito baixa no leite de lactantes. Microbiologia: testes in vitro demonstram que a ação bactericida das cefalosporinas resulta da inibição da síntese da parede celular. A ceftrat - Cefazolina é ativa in vitro contra os seguintes microrganismos: Staphylococcus aureus (incluindo cepas produtoras de penicilinase), Staphylococcus epidermidis. Os estafilococos resistentes a meticilina são resistentes à ceftrat - Cefazolina. Estreptococo beta-hemolítico do grupo A e outras cepas de estreptococos (muitas cepas de enterococos são resistentes). Streptococcus pneumoniae, Escherichia coli, Proteus mirabilis, Klebsiella sp., Enterobacter aerogenes, Haemophilus influenzae. Muitas cepas de Proteus indol-positivos (P.vulgaris) Enterobacter cloacae, Morganella morganii e Providencia retigeri são resistentes. Serratia, Pseudomonas e Acinetobacter calcoaceticus (anteriormente Mima e Herelles sp) são resistentes à ceftrat - Cefazolina do modo quase uniforme. A ceftrat - Cefazolina demonstrou ser ativa nas seguintes infecções: Infecções do trato respiratório devidas a S. pneumoniae, Klebsiella sp., H. influenzae, S. aureus (incluindo cepas podutoras de penicilinase) e estreptococos beta-hemolíticos do grupo. A penicilina G benzatina é considerada a droga de escolha no tratamento e prevenção de infecções estreptocócicas. Incluindo a profilaxia da febre reumática. A ceftrat - Cefazolina eficaz na erradicação de estreptococos da nasofaringe, contudo, dados estabelecendo a sua eficácia na prevenção subsequente da febre reumática não são ainda disponíveis. Infecções no trato geniturinário devidas a E. coli, P. mirabilis, Klebsiella sp e algumas cepas do Enterobacter e enterococos. Infecções da pele e tecidos moles devidas a S. aureus (incluindo cepas produtoras de penicilinase), estreptococos beta-hemolíticos do grupo A e outra cepas de estreptococos. Infecções do trato biliar devidas a E. coli, várias cepas de estreptococos, P.mirabilis, Klebsiella sp. e S. aureus. Infecções ósseas e articulares devidas a S. aureus. Septicemia devida a S. pneumoniae, S. aureus (sensíveis ou resistentes à penicilina), P.mirabilis, E. coli e Klebsiella sp. Endocardite devida a S. aureus (sensíveis ou resistentes à penicilina) e estreptococos beta-hemolíticos do grupo A. Culturas apropriadas e estudos de sensibilidade devem ser realizados para determinar a sensibilidade do microrganismo causadà ceftrat - Cefazolina. Testes de sensibilidade Teste de discos: métodos quantitativos que requerem medidas dos diâmetros dos halos, fornecemavaliações mais precisas da sensibilidade dos microrganismos ao antibiótico. O método tem sido recomendado para uso com os discos de sensibilidade aos antibióticos da classe das cefalosporinas. As interpretações relacionam os diâmetros dos halos de inibição comconcentrações inibitórias mínimas (CIM) para a ceftrat - Cefazolina. Com este método um resultado sensível fornecido pelo laboratório indica que o microrganismo infectante provavelmente irá responder à terapêutica. Um resultado de resistente indica que o microrganismo infectante provavelmente não irá responder à terapêutica. Um resultado de sensibilidade intermediária sugere que o microrganismo poderá ser sensível, se doses mais elevadas forem usadas, ou se a infecção estiver confinada nos tecidos e líquidos, (pex.: urina), nos quais são obtidas altas concentrações de ceftrat - Cefazolina. Para gram-positivos, um halo de 18mm indica que o microrganismo é sensível a ceftrat - Cefazolina , tanto quanto testado com um disco de 30 mcg de cefalotina quanto com 30 mcg de ceftrat - Cefazolina. Os gram-negativos devem ser testados com discos de ceftrat - Cefazolina (usando o critério acima) porque a ceftrat - Cefazolina demonstrou atividade in vitro contra certas cepas de Enterobacteriaceas resistentes ao disco de cefalotina. Quando fusado o disco de cefalotina , os gram-negativos com halo à 18 mm podem ser considerados sensíveis à ceftrat - Cefazolina; contudo, os microrganismos com halos à 18 mm não são necessariamente resistentes ou moderadamente sensíveis à ceftrat - Cefazolina, o disco de ceftrat - Cefazolina não deve ser usado para testar sensibilidade de outras cefalosporinas). Teste de diluição: uma bactéria pode ser considerada sensível se a CIM para ceftrat - Cefazolina f16 mcg/ml. Os microrganismos são considerados resistentes se a CIM fa 64 mcg/ml. Composição de Ceftrat Cada fro-ampola contém: Ceftrat - Cefazolina 1g (sob a forma de ceftrat - Cefazolina sódica) Forma Farmacêutica e Apresentação de Ceftrat Pó para solução injetável: caixa com 01 fro-ampola de 1 g. Informações ao Paciente de Ceftrat AÇÃO ESPERADA DO MEDICAMENTO: Ceftrat é indicado para o tratamento de infecção causada pmicrorganismos sensíveis à ceftrat - Cefazolina. CUIDADOS DE CONSERVAÇÃO: Conservar o produto em local seco, fresco, ao abrigo da luz e da umidade, tampado e dentro da embalagem original. PRAZO DE VALIDADE: 24 meses a partir da data de fabricação (vide cartucho). Não use medicamento com prazo de validade vencido, pois, além de não obter o efeito desejado, você estará prejudicando sua saúde. GRAVIDEZ E LACTAÇÃO: Informe seu médico a ocorrência de gravidez durante o tratamento ou após seu término. O uso da ceftrat - Cefazolina sódica só deve ser feito durante o período de gravidez se absolutamente necessário. Informe seu médico se está amamentando. CUIDADOS DE ADMINISTRAÇÃO: Antes de administrar a ceftrat - Cefazolina sódica, deve-se verificar se o paciente apresenta antecedentes alérgicos, especialmente a medicamentos. Para instruções sobre reconstituição da solução, diluentes compatíveis e estabilidade das soluções reconstituídas, veja Administração e Posologia. Siga a orientação do seu médico , respeitando sempre os horários,doses e a duração do tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. REAÇÕES ADVERSAS: Informe seu médico o aparecimento de qualquer reação desagradável. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. CONTRA-INDICAÇÕES E PRECAUÇÕES: Vide informações técnicas. Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento. NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE. Interações Medicamentosas de Ceftrat A probenecida pode diminuir a secreção tubular renal, quando usada concomitantemente, causando níveis séricos mais altos e prolongados das cefalosporinas. Interferências Em Exames Laboratoriais de Ceftrat Testes de Coombs diretos e indiretos positivos foram relatados. Glicose na urina: a Ceftrat - Cefazolina pode produzir falso-positivo ou resultado de testes falsamente elevados com testes de Benedict e Fehling. Podem ser aumentados os valores de ALT [SGPT] ou fosfatase alcalina ou AST [SGOT] ou bilirrubina ou LDH. As concentrações podem ser aumentadas para BUN ou creatinina. CBC ou contagem plaquetária tiveram raros casos relatados de leucopenia transitória, neutropenia, agranulocitose, trombocitopenia, eosinofilia, linfositoses e trombocitoses. Pacientes Idosos de Ceftrat Cefalosporinas têm sido administradas à população idosa e até o momento não se tem relato de problemas geriátricos específicos. contudo pacientes idosos estão mais suscetíveis a ter uma diminuição da função renal, relacionada à idade, o que pode exigir um ajuste na dosagem e/ou dosagem com intervalos em pacientes recebendo cefalosporinas. Precauções e Advertências de Ceftrat L Antes de ser instituída a terapêutica com a ceftrat - Cefazolina, deve-se pesquisar antecedentes de reações de hipersensibilidade às cefalosporinas e à penicilina. Reações agudas e graves de hipersensibilidade podem requerer administração de adrenalina, corticosteróides IV e outras medidas de emergência. Há alguma evidência de alergenicidade cruzada parcial entrecefalosporinas epenicilinas. Foram relatados casos de pacientes que apresentaram reações graves (inclusive anafilaxia) a ambasdrogas. l As cefalosporinas devem ser administradas com cautela e somente quando absolutamente necessário a qualquer paciente que tenha demonstrado alguma forma de alergia, especialmente a medicamentos. l A ocorrência de colite pseudomembranosa poderá ser diagnosticada através de colonoscopia; nestes casos será necessário suspender imediatamente a terapia com a ceftrat - Cefazolina e instituir tratamento adequado, estando contra-indicados os preparados antiperistálticos. l O uso prolongado de ceftrat - Cefazolina poderá resultar na proliferação excessiva de microrganismos não sensíveis, sendo essencial a observação cuidadosa do paciente. Super infecção, deve-se tomarmedidas adequadas. l Quando a ceftrat - Cefazolina é administrada a pacientes com baixo débito urinário devido a insuficiência renal, deve-se usar doses diárias menores. l A ceftrat - Cefazolina deve ser prescrita com cautela a pacientes com história de doença gastrintestinal, especialmente colite. l Estudos em animais não evidenciaram efeitos teratogênicos ou fetotóxicos; contudo não há estudos adequados e bem controlados em mulheres grávidas. Portanto, a ceftrat - Cefazolina somente deve ser utilizada durante o período de gravidez, quando absolutamente necessária. A ceftrat - Cefazolina é excretada em pequena quantidade no leite materno, portanto, deve-se tomar cuidado quando da sua administração em mulheres que estejam amamentando. l A segurança do uso da ceftrat - Cefazolina em prematuros e lactentes com menos de um mês de idade, ainda não foi estabelecida. l Se ocorrer uma reação alérgica à ceftrat - Cefazolina, a droga deverá ser suspensa e o paciente tratado com agentes usuais (adrenalina ou outras aminas pressoras, anti-histamínicos ou corticosteróides). Superdosagem de Ceftrat Os sinais e sintomas tóxicos após uma superdosagem de ceftrat - Cefazolina podem incluir: dor, inflamação e flebite no local da injeção. A administração de grandes doses inadequadas de cefalosporinas parenterais pode causar tontura, parestesia e cefaléia. Após uma superdose podem ocorrer convulsões com algumas cefalosporinas. Tratamento: ao tratar uma superdosagem, considerar a possibilidade de superdoses de múltiplas drogas, interação entre drogas de cinética pouco comum no paciente. Se ocorrer convulsões, a droga deve ser suspensa imediatamente e uma terapia anticonvulsiva deve ser instituída se clinicamente indicada. Proteger a passagem de ar para o paciente e manter ventilação e perfusão. Monitorizar e manter meticulosamente dentro de es aceitáveis os sinais vitais do paciente, os gases do sangue, eletrólitos séricos, etc. Em casos de superdosagem grave, especialmente em pacientes com insuficiência renal, deve ser considerada a hemodiálise e hemoperfusão combinada, se falhar a resposta com outras terapias. Contudo, não há dados disponíveis sobre esta terapia. Laboratório de Ceftrat União Quím. Farm. Nacional S.A.

COMENTÁRIOS DOS NOSSOS CLIENTES

7 Comentários

usuário

Parabéns, pelo excelente atendimento

10 de Dec

alcindo

(Águas de Lindóia )

usuário

Minha experiência foi muito agradável, estou muito satisfeito com todos os setores da Sare medicamentos. Indico à todos. E

09 de Dec

Rubens

(Bauru)

usuário

otimo atendimento e preço,sempre que preciso estou comprando,recomendo

09 de Dec

Jean

(Vargem Grande Paulista )

usuário

Rapidez, Agilidade e Confiabilidade !! O melhor processo de compra e entrega online que tive experiência

09 de Dec

RAPHAEL

(Jaboticabal )

usuário

Satisfação garantida.

09 de Dec

Andrea Mercante da Silva

(Itapecerica da Serra )

usuário

Ótimo. Empresa atual, moderna e dedicada ao cliente. Parabéns

09 de Dec

Ronaldo

(Embu)

usuário

Primeira vez que compro na sare e Gostei fiquei sastifeito pelo comprometimento deles indico

08 de Dec

Allan

(Groairas )