BENZETACIL 1200000UI IJ 10F

BENZETACIL 1200000UI IJ 10F

Fabricante: Supera
Código do Produto: 7891317430436
de: R$250,00
por: R$188,88

3x R$62.96

sem juros

por R$183.21 no pagamento em boleto bancário ou débito online.

Parcelamentos em até 3 vezes:
  • 1x R$188.88 s/ juros
  • 2x R$94.44 s/ juros
  • 3x R$62.96 s/ juros
Venda proibida via internet. RDC 44 de 26/10/2010 - ANVISA. Saiba Mais

Descrição do Produto

Benzetacil

 
 

Composição e Apresentações de Benzetacil

 
 
Produto Benzetacil - Benzilpenicilina Volume porbenzatina por frasco-ampolafrasco-ampolaBENZETACIL 600.000 4 ml600.000 U unidadesBENZETACIL 1.200.000 4m11.200.000 U unidades
 
 
 

Laboratório de Benzetacil

 
 
Wyeth Indústria Farmacêutica Ltda.
 
 

Indicações de Benzetacil

 
 
BENZETACIL está indicado no tratamento de infecções causadas por germes sensíveis à penicilina G, que sejam suscetíveis aos níveis séricos baixos, porém muito prolongados, característicos desta forma de dosificação. A terapia deverá ser orientada por estudos bacteriológicos (incluindo testes de sensibilidade) e pela resposta clínica. As seguintes indicações usualmente irão responder a doses adequadas de BENZETACIL:
 
1. Infecções estreptocócicas (grupo A, sem bacteremia): infecções leves a moderadas do trato respiratório superior e da pele.
 
2. Infecções venéreas: sífilis, bouba. bejel (sífilis endêmica) e pinta.
 
3. Profilaxia de glomerulonefrite aguda e doença reumática.
 
4. Profilaxia de recorrências da febre reumática e (ou) coréia.
 
 

Efeitos Colaterais de Benzetacil

 
 
As penicilinas são substâncias de baixa toxicidade, mas com índice significativo de sensibilização. As seguintes reações de hipersensibilidade, associadas com o uso de penicilina, foram relatadas: erupções cutâneas, desde as formas maculopapulosas até a dermatite esfoliativa; urticária; edema de laringe; reações semelhantes a doença do soro, incluindo febre, calafrios, edema, artralgia e prostração. Febre e eosinofilia podem ser as únicas manifestações observadas. Reações anafiláticas intensas têm sido relatadas. Reações como anemia hemolítica, leucopenia, trombocitopenia, neuropatia e nefropatia são infreqüentes e estão associadas com altas doses de penicilina por via parenteral. Como com outros tratamentos para sífilis, casos de ocorrência de reação de Jarisch-Herxheimer foram relatados.
 
 
 

Como Usar (Posologia) de Benzetacil

 
 
Recomenda-se, a critério médico, as seguintes dosagens: infecções estreptocócicas (grupo a) do trato respiratório superior e da pele: injeção única de 300.000 e 600.000 unidades de BENZETACIL para crianças até 27 kg; injeção única de 900.000 unidades pare crianças maiores; injeção única de 1.200.000 unidades para adultos. sífilis primária, secundária e latente: injeção única de 2.400.000 unidades de benzetacil. sífilis tardia (terciária e neurossífilis): 3 injeções de 2.400.000 unidades de BENZETACIL com intervalo de 1 semana entre as doses. sífilis congênita: 50.000 unidades de BENZETACIL por quilograma de peso para crianças menores de 2 anos de idade e doses ajustadas de acordo com a tabela de adultos, para crianças entre 2 a 12 anos. bouba, bejel (sífilis endêmica) e pinta: injeção única de 1.200.000 unidades de BENZETACIL. profilaxia de febre reumática e da glomerulonefrite: recomenda-se a utilização periódica de BENZETACIL a cada 4 semanas, na dose de 1.200.000 unidades.NotaEmbora e taxa de recorrência da febre reumática seja baixa utilizando-se este procedimento, pode-se considerar a administração a cada 3 semanas, caso o paciente tenha história de múltiplas recorrências, possua lesão valvular grave ou tenha apresentado recorrência com e administração a cada 4 semanas. o médico deve avaliar os benefícios de injeções mais freqüentes contra a possibilidade de reduzira aceitação do paciente a este procedimento.
 
 

Contra-Indicações de Benzetacil

 
 
BENZETACIL está contra-indicado para pacientes com hipersensibilidade às penicilinas.
 
 

Administração de Benzetacil

 
 
BENZETACIL deve ser administrado exclusivamente por via intramuscular profunda. O frasco deve ser vigorosamente agitado antes da retirada da dose a ser injetada, para completa homogeneização do produto. Recomenda-se a injeção intramuscular profunda, no quadrante superior lateral da nádega. Em lactentes e crianças pequenas, pode ser preferível a face lateral de coxa. Para doses repetidas, recomenda-se variar o local da injeção. Deve-se evitar a administração em vasos sangüíneos e nervos, ou próximo a estes, uma vez que tais injeções podem provocar lesões neurovasculares séries. Antes de injetar a dose, deve-se puxar o êmbolo da seringa para trás, a fim de certificar-se de que a agulha não esteja em um vaso sangüíneo. Se aparecer sangue, ou qualquer alteração na cor do produto (pois nem sempre a cor típica de sangue surge quando a agulha encontra-se em um vaso sangüíneo), deve-se retirar a agulha e injetar em outro local. A injeção deve ser feita lentamente. Interrompa a administração se o paciente queixar-se de dor intensa no local ou se, especialmente em crianças, ocorrerem sinais e sintomas que sugiram dor intensa. Devido às altas concentrações da suspensão deste produto, a agulha poderá entupir, caso a administração não seja feita de forma lenta e contínua.